› Home  › Notícias  › Notícia

"Solidariedade animal"

            A família Prado nunca poderia imaginar que um final de semana comum de outubro se tornaria uma grande história de suas vidas. Na madrugada do dia 21 para 22, por um descuido de não ter conferido o fechamento de todo o portão, o mascote da família, o cãozinho Mike, da raça American Staffordshire Terrier, fugiu de casa. Assim que perceberam sua ausência, os donos iniciaram uma busca desesperada para encontrá-lo. As redes sociais foram a grande ferramenta de busca. Uma mobilização como nunca vista antes no Buritis para este fim foi feita e, cinco dias depois, o Mike foi encontrado e devolveu as cores a uma casa que estava em cinzas.

            Quando deu início às buscas pelo cão, Luiza Prado não pensaria que de um momento tão triste fosse nascer algo tão especial. O empenho de familiares, amigos e de pessoas que nunca que conheceu para encontrar Mike é uma lembrança que ainda a emociona. "A gente ouve falar que a população está cada vez mais distante, que as pessoas não se preocupam mais umas com as outras, eu posso dizer que isto não é verdade, pelo menos aqui no Buritis e região".

            Luiza conta que, com o passar dos dias, sua tristeza só aumentava. Tinha uma certeza interna que iria encontrar o fiel companheiro, mas sabia que o tempo era um grande inimigo. Não saber o que acontecia com ele, se estava com fome, frio, sede, machucado era algo que a matava por dentro. "Acredito que todos que me ajudaram, especialmente quem tem um cãozinho, sentiam o mesmo que eu estava sentindo. Este sentimento fez com que a solidariedade fortalecesse ainda mais".

O telefonema

            Sem saber o porquê, na sexta-feira Luiza estava ainda mais triste. Não parava de chorar pela ausência de Mike. O telefone tocou, sem forças para ouvir mais uma falsa notícia, se recusou a atender. Um amigo fez questão de atender. Assim que colocou o telefone no gancho, a notícia: “vamos lá buscar seu cachorro, eu dirijo”. Mike foi encontrado dentro de um buraco em um terreno vago, que fica ao lado do Espaço Dierley. Por residir no residencial Vila Sogno, o local fica relativamente próximo. “Antes mesmo de eu chegar lá, já estava recebendo mensagens de pessoas que estavam próximas, com fotos do Mike. Quando eu o vi quase morri de emoção. Foi algo inexplicável”.

Retribuindo

            Desde que voltou para casa, Mike tem sido tratado como uma estrela de cinema. Além dos mimos da família, se tornou uma espécie de celebridade na região. Esta fama incentivou Luiza a usá-la para ajudar outras pessoas que possam vir a passar pelo mesmo drama que ela. Criou uma conta no Instagram, a MikeCão, cujo objetivo é contar sua história e, principalmente, ajudar a encontrar animais desaparecidos. "Acho que é o mínimo que podia fazer depois de tanto carinho e ajuda recebidos. Quero proporcionar a mesma felicidade que estou sentindo a outras famílias", finaliza.

            Como foi encontrado dentro de um buraco Mike estava sujo e com algumas escoriações. Felizmente seu estado não parecia de um cão que estava em buraco por cinco dias. Se alguém o pegou e depois se arrependeu pela grande repercussão é algo que não dá para saber e a família também não quer se preocupar com isso, apensa celebrar a sua volta.

Aos poucos Mike vai retomando as suas condições físicas, porque a alegria está estampada em seu rosto, ou melhor, no balançar do rabinho.

 

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880