› Home  › Notícias  › Notícia

Na hora das compras vamos pensar no Buritis primeiro

                Caminhar tranquilamente pelas ruas da região em que você mora, cumprimentar e conversar com os vizinhos e comprar tudo aquilo que precisa. Essa é uma típica cena de quem frequenta e valoriza o comércio de bairro. O Natal 2017 está chegando e os comerciantes do Buritis alimentam grande expectativa para as vendas, uma vez que a economia tem dado fortes sinais de melhora nos últimos meses. Mas, para isso, também prometem oferecer produtos variados e de excelência, bom preço e atendimento de qualidade.

            Ao escolher onde você mora para fazer suas compras estará diretamente contribuindo para o crescimento de uma empresa e do próprio bairro. Quando você valoriza o pequeno negócio, está valorizando aquele empreendedor que, muitas vezes, te conhece pelo nome e entrega o produto ou serviço de um jeito customizado. "Vejo como se estivéssemos em uma cidade do interior. A maioria de nossos clientes é morador ou trabalha no Buritis. Chamamos pelo nome. Se precisar, abrimos a loja em horário diferenciado para ele. Este atendimento "humanizado" faz muita diferença", diz Kau Cavalcanti, proprietário da loja de vestuários Tambora.

            Dar prioridade ao comércio do bairro não significa adquirir qualquer produto. Muito pelo contrário. No Buritis existe uma diversidade enorme de produtos, de qualidade e a preços que não pesam no bolso. "Teve uma vez que fui ao Centro da cidade para comprar uma bola de isopor. Rodei por horas e não achei. Na primeira papelaria que entrei no Buritis encontrei. Perdi tempo e dinheiro. Agora, também não saio daqui para nada", conta a técnica em radiologia, Joyce Vidal.

            A professora Lidiane Naves sempre realiza suas compras no Buritis. Natural de Goiânia, se mudou para BH há três anos e diz que escolheu o nosso bairro  para morar, justamente pela comodidade de ter tudo o que precisa bem perto de casa. "Como não conheço a cidade prefiro ficar próxima de casa. Aqui faço minhas compras, a preços ótimos. Dá para fazer uma verdadeira pesquisa de mercado. É sair andando e entrando nas lojas. Uma comodidade que não tem preço".

Economia deve ajudar

            Após dois anos de recessão e de queda nas vendas do comércio, a reação da economia vai ajudar a reerguer a atividade. O setor prevê que terá, neste Natal, o melhor desempenho em quatro anos. Motivos não faltam para sustentar o otimismo. A inflação, que tanto comprometeu o poder de compra das famílias, deu trégua este ano. Com a desaceleração dos preços, os juros também caíram. E se há uma receita que agrada aos consumidores é a possibilidade de comprar produtos à vista, com preços mais em conta, ou em prestações que caibam no orçamento. "Investimos muito na estratégia de ganhar o mínimo para ganharmos no giro. Desta forma, sobrevivemos à crise dos últimos anos e agora estamos colhendo frutos. Desde o início de novembro já estamos fazendo vendas de Natal, no ano passado isto foi acontecer apenas na segunda quinzena de dezembro. Até uma nova vendedora foi contratada", fala com otimismo Joana da Mata, proprietária da O May, loja de roupas femininas.

            Kau Cavalcanti também tem sentido a melhora no poder de compra dos consumidores. Segundo ele, desde o pagamento da primeira parcela do 13º salário as vendas estão aquecidas. "Estou muito confiante no sucesso das vendas. Esse Natal não vai ser para ganhar dinheiro, será para acertar as contas de todo o ano".

Compras e lazer

                 Além de encontrar tudo o que precisa, a bons preços, sem ter que enfrentar trânsito, gastar com estacionamento, entre outras vantagens, fazer compras perto de casa também proporciona a possibilidade de confraternizar com vizinhos. Ao caminhar pelas ruas e shoppings do Buritis é fácil se deparar com um amigo. A partir daí pode surgir um companheiro de compras ou mesmo um colega para tomar um choppinho e jogar conversa fora. "Acontece muito. Saio com meu marido batendo perna pela Mário Werneck, quando vejo, já encontramos um amigo e estamos andando juntos, depois paramos em algum dos ótimos bares que têm aqui no bairro para fortalecer ainda mais o bate-papo. É um momento de lazer mesmo", comenta Joyce.

            Lidiane, que normalmente está com a companhia da filha, sempre atrela fazer as compras à levar a filha para brincar, no cinema e lanchar. "Se torna sempre um momento de muita felicidade. Peço aos moradores, na hora das compras, vamos pensar no Buritis primeiro, tenho certeza que todos, todos sairão ganhando".

Promoções

            E o comércio do Buritis não fica atrás em nada ao dos grandes centros, nem mesmo no que se refere a promoções. Os shoppings do bairro investiram para fomentar ainda mais as vendas no fim do ano. No Shopping Via Werneck, a cada R$100 em compras o cliente irá ganhar um cupom para concorrer a cinco vales-compras no valor de R$300. O sorteio acontece no dia 27 de dezembro.

            Já no Shopping Vila Buritis a cada R$50 em compras o cliente concorre a três vale-compras de R$2 mil. Além disso, até o Natal o shopping estará funcionando com novo horário. De segunda a sexta das 09h às 20h. Sábado das 10h às 18h, e também nos domingos, quando as lojas ficarão abertas das 10h às 16h. De acordo com a administradora Miriam Torres, estas novidades, aliadas aos ótimos descontos que estão sendo oferecidos nas lojas, irão fortalecer as vendas no fim do ano. "Temos aqui mais de 50 lojas, todas muito bem estruturadas, com ótimos produtos e preços que valem muito à pena. Desde o mês de novembro, com a Black Week, grandes promoções foram lançadas. Com o que planejamos tenho certeza que este Natal será muito positivo".

            O Shopping Paragem também está com promoção. A cada R$300 em compras até o dia 31, o cliente irá concorrer a um Renault Kwid 0km. O sorteio será realizado no dia 02 de janeiro.

 
 

Rua Cristiano Moreira Sales, 150, Sala 810, Bairro Estoril - Belo Horizonte - Minas Gerais. CEP: 30.494-360. Telefones: (31) 2127-2428 / (31) 99128-6880